Deus trabalha para aqueles que nEle confiam

0

junio 22, 2012 by Bortolato

O Trabalho de Deus:
Desde o princípio, na obra da  Criação, vemos que Deus trabalha, e a maior parte de seu trabalho não é vista.    Parece que Ele gosta de trabalhar em silêncio.
Lemos em Gênesis 1:
“No princípio, criou Deus os céus e a Terra.
A Terra era sem forma e vazia, e o Espírito de Deus pairava sobre a face das águas”
Quem de nós contemplou o que Deus fez nos primórdios?   Ninguém que hoje esteja aqui, estava lá, mas o que podemos ver agora é parte do produto da obra de Suas mãos.
Dizemos parte, porque não podemos conhecer todo o Universo que Ele criou.
l. Telescópios alcançam somente até certo ponto do Universo, e podem apenas testificar que existem galácias além do alcance de nossas mais potentes lentes e maiores observatórios.
2. Quando um astrônomo voa pelo espaço, ele não consegue ver tudo.
3. Não conhecemos todas as criaturas que existem nesta Terra, e nem todas as que vivem nas profundezas do mar.
4.Quando estamos no alto de um pico, não podemos ver o que se passa bem no seu sopé.
5. Os biólogos não conseguem  examinar muitos dos detalhes de um átomo.
Analisando-se o termo “pairava”, este verbo está no tempo hebraico Hiphil, que é um modo intento de agir.   Este verbo também quer dizer “chocar”, como a galinha choca seus ovos no ninho, movendo-se ali de quando em quando.    Significa que Ele estava sobre a Criação como que chocando-a, movendo-se sobre esta.
Conclusão: não podemos sequer saber de tudo o que Deus faz, mas apenas contemplar uma parte a nós revelada.
Logo, não conhecemos grande parte do trabalho que Deus faz.
As vezes, Deus está gerando algo às ocultas, que não percebemos porque Ele é Espírito.
Isto não quer dizer que Ele não está trabalhando.
No Livro de Gênesis, vemos que Ele operou durante 6 dias consecutivos, e resolveu “descansar” por um dia, mas o Seu descanso, na verdade, é como o de um Pai que se envolve em brincadeiras com um filho, e vê que se não der uma parada, seu filho não vai agüentar o restante do dia que está por vir.
“O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado”… Isto quer dizer, o descanso nos foi dado porque Ele sabia que nós nos cansaríamos, e necessitaríamos de pausas do trabalho, mas Ele não é assim como nós.
Ele, na verdade, não se cansa e nem se fatiga, e prossegue sempre trabalhando, quer alguém o perceba ou não.
Se atentarmos bem para o caráter do trabalho nos primórdios, veremos que Deus quis dar a nós o privilégio de nos lançarmos a um labor.    Trabalho envolve responsabilidade, dedicação, atenção, e amor.
Hoje, o nosso trabalho envolve também o sacrifício de nossos corpos.   Nós nos cansamos de trabalhar, mas isto não era assim desde o princípio.
No Jardim do Éden, vemos que o homem cuidava do local, como incumbência que o Senhor lhe havia dado:
“E tomou o Senhor Deus o homem e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e o guardar”. Gênesis. 2:15
“E Adão pôs os nomes a todo o gado, e às aves dos céus,e a todo animal do campo; mas para o homem não se achava adjutora que estivesse como diante dele.” Gênesis. 2:20
Vemos, aí, que o trabalho que Deus deixava para o primeiro homem fazer não era pesado, não cansava, não produzia suor no rosto, não trazia dores no corpo, não tinha efeitos colaterais.
Depois do pecado, porém, o quadro mudou de figura.
“E a Adão, disse:  Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher e comeste da árvore de que te ordenei… maldita é a terra por causa de ti; com dor comerás dela todos os dias da tua vida.  Espinhos e cardos também te produzirá e comerás a erva do campo.” Gênesis 3:17,18.
Hoje entendemos que o trabalho nos traz todo esse tipo de coisas, quando se estende demais, mas cremos que não havia nenhuma maldição sobre o homem, inclusive sobre o seu trabalho, antes de haver pecado em nossa raça.  Ele criou o homem á Sua imagem e semelhança, e assim como Ele, o homem não se cansava como hoje.     Assim, quando falamos que Deus trabalha, pensando que Ele é como nós, cansando-Se também, mas isto não é verdade.
“Disse Jesus:  Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também.”  E isso envolve muito trabalho.
…Trabalha para aquele que nEle confia
a) DEUS trabalha também no turno da noite.
Quando pensamos que Ele está longe, e nem pensando em nós, nos deixamos enganar por nossas limitações humanas.  Vejamos Isaías 27:1-3
“Naquele dia o Senhor castigará com a sua dura espada, grande e forte, o leviatã, a serpente veloz e o leviatã, a serpente tortuosa, e matará o dragão que está no mar.
Naquele dia, haverá uma vinha de vinho tinto; cantai-lhe.
Eu, o Senhor a guardo e, a cada momento, a regarei, para que ninguém lhe faça dano, de noite e de dia a guardarei.”
E mais:
“Eis que não tosquenejará  nem dormirá o guarda de Israel.   O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita” (Salmos 121: 4,5).
b) Deus manterá ocupados os nossos inimigos
Quando os exércitos de Faraó ia ao encalço dos israelitas que saíram do Egito, o Senhor não somente abriu o Mar dos Juncos, mas também manteve os egípcios ocupados com dificuldades, e estes egípcios lutavam para poder caminhar:
“E ia o Anjo de Deus, que ia adiante do exército de Israel, se retirou e ia atrás deles …
“E ia entre o campo dos egípcios e o campo de Israel (a coluna de nuvem que se retirou de diante dos israelitas, e se pôs atrás deles); e a nuvem era escuridão para aqueles e para estes esclarecia a noite, de maneira que em toda a noite não chegou um ao outro.”
(Êxodo 14:29-30).
Também quando Josué teve de enfrentar os reis amorreus que habitavam nas montanhas de Canaã,  o Senhor lhe fez com que estes fugissem diante de Israel…
“E o Senhor os conturbou diante de Israel … e sucedeu que, fugindo eles diante de Israel à descida de BeteHorom, o Senhor lançou sobre eles, do céu, grandes pedras até Azeca, e morreram; e foram muitos mais os que morreram das pedras  da saraiva do que os que os filhos de Israel mataram à espada”  (Josué 10:10,11).
Outra passagem que nos revela tal cuidado de Deus para conosco, está em 1º  Samuel 23:26 a 28:
“E Saul ia desta banda do monte, e Davi e os seus homens, da outra banda do monte; e sucedeu que Davi se apressou a escapar de Saul; Saul, porém, e os seus homens, para lançar mão deles.   Então veio um mensageiro a Saul, dizendo: Apressa-te, e vem, porque os filisteus, com ímpeto, entraram na terra.   Pelo que Saul voltou de perseguir a Davi e foi-se ao encontro dos filisteus.  Por esta razão, aquele lugar se chamou Sela-Hamalecote (que significa: a rocha da fuga).
c) Deus trabalha desfazendo as obras do nosso inimigo:
“Como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com virtude; o qual andou fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com Ele.” (Atos 10:38).
Infelizmente, não há~como se negar que o diabo está neste mundo, e tem feito muitas coisas para trazer infelicidade, horror, fadigas, divisões, e desamor.   Muitos se desencantaram com a vida por causa dessas obras que o nosso inimigo faz aqui nesta terra.   Outros andam desanimados, porque a opressão é muito grande, e intermitente.
Outros simplesmente se revoltam, e passam simplesmente a andar revoltosos – até mesmo contra Deus.
O esquema de corrupção, sedução, engano e mentiras do diabo é uma rede muito grande, que envolve este mundo.   Às vezes parece que não há como o homem escapar dessa rede imunda.    Dizemos que parece, porque há uma solução, que é Jesus.   Todos os que se achegaram a Ele, Jesus, não saíram de mãos vazias.
Se o homem tentar escapar por seus próprios esforços, certamente que escorregará e cairá nas mãos de satanás novamente.
Somente o poder do sangue de Cristo é que pode vencer o inimigo de nossas almas.   O segredo é nos humilharmos diante de Deus, e pedirmos por nossa salvação.    Ele tem todo o poder nos céus e na terra (Mateus 28:18).
A obra de Cristo, ao vir a este mundo, foi por excelência, a obra de um Salvador.
Salvação das garras do diabo.   Salvação das enfermidades.   Salvação da teia de aranha da embromação diabólica.   Salvação do poder das trevas, do pecado.    Salvação da presença do pecado.    Salvação da condenação eterna.
Se soubermos pedir e esperar com paciência no Senhor, certamente Ele se inclinará e ouvirá o nosso clamor. (Salmo 40:1).
Oremos agora pedindo que Jesus seja nosso Salvador em todos os sentidos.  Vamos usar a fé que Ele nos ensinou a termos.

0 comments

Sorry, comments are closed.

Comentarios recientes

    Fatos da História

    Evangelho